Séries Addict

Melhores de 2007

Posted on: janeiro 3, 2008

Na minha humilde opinião…

Melhor Série Drama: Studio 60 on the Sunset Strip
Runner- Up: House

Essa é uma categoria extremamente complicada devido a enorme qualidade da maioria das séries, mas eu tive um verdadeiro caso de amor com Studio 60. A série de Sorkin possuía uma magia inexplicável. Ela me comovia e me tocava, me fez pensar e me fez chorar e nenhuma outra série conseguiu isso nesse ano de 2007. Studio 60 foi a minha Alias e essa é uma missão quase impossível pra qualquer série, porquê eu considero Alias a melhor coisa que já aconteceu na TV (as três primeiras temporadas). Saudades de Harriet, de Matt, de Danny, de Jordan e do Jack, dos diálogos brilhantes, dos programas montados em condições adversas, das críticas contudentes e dos casos de amor.




Menções Honrosas:
LOST, Damages, Dirty Sexy Money e CSI

Melhor Série Comédia: 30 Rock

Runner-up: Pushing Daisies

Pushing é a série mais encantadora, criativa e brilhante dos últimos tempos. Mas eu sou louca pela ironia de 30 Rock. Tina Fey não deixa ninguém escapar imune, nem a própria NBC. Seinfeild Vision foi na minha opinião, o melhor roteiro de comédia do ano. Nessa Segunda temporada, os personagens estão ainda mais sem noção e os atores crescem em seus papéis. Não que Alec Baldwin precise crescer, afinal, ele é extraordinário. Donaghy e sua falta de noção na cabeça.

Menções Honrosas: Weeds (cuja temporada eu ainda não terminei, mas eu amo Nancy Botwin, você não?), Two and a Half Men, The New Adventures of Old Christine (apesar de ela está ausente do fall season, porquê até as reprises me matam de rir).

Melhor Ator Drama: Hugh Laurie

Precisa explicar? Não vou nem colocar runner-up. Contra Laurie não tem pra ninguém.

Menções Honrosas:
Kyle Chandler, Donald Sutherland e James Spader. Antes que me xinguem porque eu não mencionei o Michael C. Hall, eu só vi Dexter atpe o quarto episódio e isso foi há muito tempo atrás, então eu não me lembro de nada, sinto muito.

Melhor Atriz Drama: Marg Helgenberger
Runner-up: Glenn Close

Eu sou razoável, e não vou dizer que Marg construiu uma partitura mais bem feita do que a Close ou qualquer coisa do tipo. Eu apenas pensei em atriz do ano e a primeira coisa que me veio à cabeça foi a última cena de Marg na estréia da sétima temporada de CSI, quando Catherine faz a coleta de seu próprio kit de estupro. Essa cena me dá arrepios até hoje. Pra min, Marg compôs naqueles minutinhos a performance feminina mais poderosa e marcante de 2007. O resto de sua temporada foi exemplar, mas eu faço questão de pôr o nome de Marg aqui, porquê aquela cena é impossível de esquecer.

Menções Honrosas: Minnie Driver (nos poucos episódios que eu vi de The Riches, ela estava brilhante), Polly Walker (não por aquela porcaria de Cane, mas pela maravilhosa Atia, de Roma), Connie Britton (até onde eu pude conferir, antes de desistir de FNL), Mariska Hargitay.

Melhor Ator Comédia: Alec Baldwin
Runner-up: Charlie Sheen

Ninguém supera Alec Baldwin, ninguém. Apesar disso, eu gosto muito de Charlie Harper. Tem lugar pros dois no meu coração.

Menção Honrosa: Lee Pace (porque eu sou tão apaixonada pelo Ned quanto a Olive).

Melhor Atriz Comédia: Mary-Louise Parker
Runner-up: Julia Louis-Dreyfus

Fiz uma maratona de Weeds recentemente e conferi a Segunda temporada toda e começo da terceira. E Nancy Botwin é uma personagem feminina a se respeitar. Eu gosto dela porque ela é diferente da Patty Hewes, ela é complicada, ela é ferrada, ela mal sabe o que faz. Mas ainda assim, ela nunca se dá por vencida. Aquela vidinha dela é de enlouquecer, mas ela é uma guerreira. Do tipo que um dia talvez agente chegue a conhecer, mas nunca saiba que conheceu. Parker faz um trabalho primoroso. Ela é apaixonante, frágil e forte, perdida e decidida, tudo ao mesmo tempo.

Menções Honrosas:
Lauren Graham, Tina Fey, Felicity Huffman, Anne Heche.

Melhor Ator Coadjuvante: Michael Emerson
Runner-up: Jon Cryer

Ben Linus é extremamente bem construído. Complexo, cheio de facetas. Às vezes assustador, as vezes parece fraco e ás vezes dá até pra pensar se ele não tem a melhor das intenções. Emerson foi a melhor coisa de LOST nessa temporada.

Menções Honrosas:
Jack McBrayer (o Kenneth é a segunda melhor coisa de 30 Rock), Terry O’Quinn, Robert Sean Leonard e Peter MacNicol (melhor coisa de 24 nessa sexta temporada).

Melhor Atriz Coadjuvante: Elizabeth Mitchell
Runners-up: Sarah Paulson e Lisa Edelstein

Foi o ano delas. É quase impossível escolher só uma. Coloquei Mitchell em primeiro porquê Juliet foi a segunda melhor coisa da fantástica temporada que LOST teve. A loura é tão ambígua quanto Linus, obviamente não dá pra confiar nela, mas Mitchell deu a ela um ar de solidão e resignação que dão pena. Paulson era a cristã comediante de quem eu era tão fã que eu queria ser como ela, apesar de eu não ser comediante, ou cristã. Já Edelstein merece o posto por ter conseguido brilhar apesar de estar contracenando com Hugh Laurie. Com isso, sua Cuddy se desenvolveu, evoluiu.

Menções Honrosas: Rose Byrne, Sandra Oh, Jane Krakowski.

Anúncios

1 Response to "Melhores de 2007"

Sim,

Studio 60 foi a melhor coisa da temporada passada. eu ainda n vi os quatro episódios, mas ja vi os 16 episódios 2 vezes e amei da mesma forma, e isso é raro.

faltou Mathew Perry na sua lista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 174,825 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites
%d blogueiros gostam disto: