Séries Addict

Archive for fevereiro 2008

O Guia de Seriados, em parceria com o SerieManíacos e o Kill Me Now acabou de pôr no ar um fórum para discussão sobre seriados. Eu acho interessante e já me cadastrei. Se cadastrem também. O endereço vem abaixo:

Fórum de Séries

Finalmente começou LOST. Tá, começou há algum tempo, mas primeiro eu estava de viajem e então adoeci, e isso colocou os reviews de LOST em último plano. Deus e o mundo já devem ter comentado a série, mas eu faço questão de deixar minha breve opinião sobre essa que é uma das minhas séries favoritas.
LOST já começou de tirar o fôlego. O primeiro episódio foi bom, e apesar de eu achar que não foi tão bom quanto A Tale of Two Cities, eu gostei do fato de que os produtores resolveram enrolar de menos. O flashfoward de Hurley foi um dos destaques e nele conhecemos o misterioso Matthew Abbadon. Mas o segundo episódio foi ainda melhor. Quem, como eu, tentou aplacar um pouco da abstinência com Find 815 viu que apesar do jogo não ter trazido tantas informações quanto o Lost Experience, trouxe um pouquinho mais de luz sobre a situação toda. Então, eu resolvi tentar colocar algumas informações em ordem:

  • No jogo, descobrimos que o Grupo Maxwell leva Sam Thomas a encontrar o avião falso. Esse mesmo Grupo Maxwell, está conectado ao Widmore, que aparentemente sancionou uma busca falsa ao Black Rock para levar a descoberta do avião.
  • Matthew Abbadon aparentemente não sabia que havia sobreviventes do vôo, mas obviamente sabia que eles tinham caído na Ilha e Naomi também.

Então, pra minha surpresa, os fãs que sempre acreditaram na teoria de conspiração entre Widmore e Oceanic estavam certos. Isso também explica como a Naomi sabia o nome da Penny e tinha aquela fotografia. Agora, eu fiquei mesmo curiosa pra saber o quê eles querem com Ben. A única coisa que me ocorreu até agora é que eles também estão ligados á Dharma e estão atrás do Ben por ele ter comprometido significativamente a operação deles. Isso explicaria o porquê de Miles ter ficado tão alterado ao saber que Juliet é uma nativa, deve ter pensado que ela é uma das pessoas que ajudou Ben.
E já que eu mencionei Miles, tenho que ressaltar que eu apreciei bastante os novos personagens. O próprio Miles é o mais interessante de todos. Obviamente ele consegue falar com os mortos, e também parece ser um mercenário, o que me faz pensar que ele fará de tudo para cumprir a missão de capturar Ben. Charlotte é a mais cativante, com a sua excitação acadêmica saindo pelos poros. A Kate e a Claire se tornaram tão chatas que é bom ver os produtores investindo em mais papéis femininos fortes. Juliet brilhou na temporada passada e eu não tenho dúvidas de com o devido espaço, a Charlotte irá brilhar também. Dan é meio bizarro. Mas eu tenho a impressão de que por ser um físico, muito sobre a física da Ilha vai ser explicado pra nós através dele. E Frank é um mistério. Um paranormal, uma antropóloga, um físico e um piloto. Não soa como o tipo de equipe que poderia ser mandada para restaurar o Projeto Dharma? Talvez capturar Ben seja apenas uma missão secundária. Explicaria o porquê do Hurley pedir desculpas por ter escolhido Locke. Se Locke descobrisse que o grande plano era ficar na Ilha, interagir com ela e receber recursos pra isso, ele definitivamente mudaria de lado.
Bom, a quem perdeu tempo lendo a minha viagem Lostmaníaca, obrigada. Namastê e até o próximo episódio.


Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 207.322 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites