Séries Addict

Ji-Yeon

Posted on: março 16, 2008

Vou começar esse texto dizendo logo que não aceitei Ben como sendo a pessoa por trás da armação do Vôo 815 falso encontrado no fundo do Oceano e vou dizer porquê. Pra min não faz nenhum sentido que Ben tenha se dado ao trabalho de utilizar recursos tão extensos, colocar mais de trezentos corpos dentro de um avião da Oceanic (que só Deus sabe onde ele arrumou) no fundo do oceano, pra proteger a localidade da Ilha quando as buscas pelo avião já haviam sido encerradas. Se ele tem conexões no mundo exterior pra armar uma coisa dessas, ele deveria saber que oficialmente se havia desistido de procurar o avião e que mesmo que parentes continuassem procurando, jamais achariam. Eu não quero usar informações do Find 815, porquê o jogo não é canon. Mas quem jogou, como eu, deve estar tão confuso quanto. Afinal, eles não ligaram a Widmore Corporation ao Grupo Maxwell que forneceu as coordenadas para Sam Thomas encontrar o avião? Como Charles Widmore teria sabido onde Ben colocou o avião?
Aí, é claro que vejo outra hipótese. Alguém dentro do grupo Maxwell com acesso a informações privilegiadas do grupo (a busca pelo Black Rock, o Christiane I) estaria trabalhando pra Ben (poderia até mesmo ser a pessoa que vimos no video que Ben mostrou a Locke). Enquanto essa possibilidade ainda me parece ilógica, eu acredito que isso possa ser revertido se os escritores jogarem uma boa explicação sobre a mesa.
Quanto a história de Jin e Sun, eu achei linda. Adoro o casal e como eles mudaram dentro da Ilha. Odeio flashbacks deles, porém, e apesar de inovador e surpreendente, eu não posso dizer que esse mudou minha opinião. Foi muito interessante ver o recurso de Flashfoward e Flashback intermeados, foi chocante descobrir a morte de Jim no final, mas eu tive a mesma sensação de que tive com o episódio de Kate, Eggtown. Os momentos finais não conseguiram redimir o fato de que eu passei o episódio todo vendo Sun dar a luz e Jin tentar comprar um panda.
E antes que venham me dizer que todos os Flashfowards apoaiaram a falta de conteúdo em finais de tirar o fôlego, eu vou defender os de Sayid, Hurley e Jack (especialmente os dois últimos) por trabalharem os personagens no pós-Ilha, as personalidades que assumiram, o efeito do que aconteceu teve sobre eles. E como eu gosto de falar muito dos personagens, eu senti que os dois flashbacks não me deram muito material pra trabalhar.
A storyline da Ilha, por outro lado, deu. Foi tocante ver Jin perdoando Sun pela traição e assumindo que mereceu, pela maneira como costumava tratá-la. Sun e Jin fizeram no passado muitas coisas um pelo outro (ela o salvando da vergonha de descobrir ter uma mãe prostituta, ele trabalhando pro pai dela), mas se afundaram em segredos que os afastaram. Ao longo de sua estória na Ilha, acho que eles foram aprendendo comunicação. E foi uma bela metáfora o Jin aprendendo inglês, como uma janela que se abriu entre ele e Sun. Agora, com toda a verdade tendo vindo à tona, eles podem viver uma vida comunal com honestidade. Tristemente, essa jornada deles tem prazo de expiração.
E como tem muita gente discutindo Kate e Juliet (ou melhor, acusando Kate ou Juliet), eu vou tentar dar uma breve opinião. Acho que as atitudes das duas estavam extremamente dentro de seus respectivos caráteres. Como uma fugitiva, é normal que Kate compreendesse a necessidade de Sun de ir escondida para o acampamento do Time Locke e que se prestasse a ajudar. Talvez ela devesse ter contado sobre o comportamento errático de Locke (apesar de ela não saber sobre as suas piores, a granada na boca de Miles e a soltura de Ben), mas eu acho que ela considera Charlotte e Dan realmente perigosos. E Juliet nem sempre tem os melhores métodos, mas pelo menos a intenção era boa. Eu prefiro as duas assim, fazendo coisa errada, mas fazendo o que acham certo da maneira que sabem fazer, do que envolvidas em alguma cena romântica com Jack ou Swayer. Porquê quem rende com romance em LOST são Penny e Des, Sun e Jin, Rose e Bernard. Os demais personagens, quando são pegos na rede do Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer, deixam de crescer.

Anúncios

4 Respostas to "Ji-Yeon"

Concordo da primeira à última palavra!
Ainda estou meio chocado com a morte do Jin. Lá se vai mais um personagem favorito…

Quanto ao que você falou sobre os personagens e seus flashfowards, vou tentar defender o Ji Yeon. Em algum momento de todos os quatro FF que tivemos até agora, os personagens se mostraram confusos, meio que tomando a mentira como verdade e perdendo a noção do que já aconteceu. Por exemplo: Jack pedindo para que chamassem o pai dele (Já morto), Hurley “conversando” com Charlie, Sayid matando para o Ben, Kate como “mãe” de Aaron e Sun chamando por Jin (possivelmente morto) na hora do parto… (ficou confuso, mas acho que você entendeu!)

ótimo review!

thata, irei falar isso, mas novamente, n é pq sou seu amigo.

excelente review, serío, concordo com tudo q vc escreveu, assino embaixo

[…] review foi publicado originalmente no weblog Séries Addict. A Thaís está substituindo interinamente o colunista Eugifran Moreira. Link Permanente | […]

[…] review foi publicado originalmente no weblog Séries Addict. A Thaís está substituindo interinamente o colunista Eugifran […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 172,394 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites
%d blogueiros gostam disto: