Séries Addict

Lost – 5×04 – The Little Prince

Posted on: fevereiro 6, 2009

Depois que terminei de assistir The Little Prince, eu tive que sair do computador e aproveitei para meditar um pouco. Os Losties (eu sei que do grupo, só dois, John e Sawyer são Losties, mas resolvi usar a palavra para descrever todos eles, senão fica muito complicado) estão pulando pelo tempo. Os Oceanic Six vivem três anos depois da Ilha ter sido movida. Como então os Oceanic Six voltarão à Ilha e encontrarão os Losties? Ou, eles encontrarão os Losties? É difícil imaginar que não, pois ao quê me parece é necessário não apenas o retorno á Ilha, mas um reencontro entre os grupos. Não me perguntem porquê eu acho isso, eu apenas acho. É um palpite.
Se os Oceanic Six retornasse à Ilha no tempo errado, e as viagens no tempo simplesmente parassem, os Losties ficariam presos no tempo errado. Assumindo que as minhas suposições estejam certas (e elas podem estar completamente erradas), os Oceanic Six teriam que voltar à Ilha exatamente quando os Losties estiverem três anos à frente, o quê pode explicar o porquê da Senhora Hawking ter dito a Ben que eles precisam retornar à Ilha em apenas 70 hs.
E considerando que nesse episódio vimos um determinado Locke ir em direção a Orquídea para resolver o problema, pode ser que eles pulem para três anos á frente e na viagem, assim como Ben foi mandado alguns meses para o futuro, John seja mandado alguns meses para o passado em relação ao presente dos Oceanic Six.
Sei que corro o risco de ter gasto três parágrafos (e uma certa quantidade de tempo teorizando) sobre algo que provavelmente será desmentido nos primeiros cinco minutos do próximo episódio. Mas a minha cabeça fica fervilhando, e mesmo que seja um exercício fútil, eu gosto de tentar colocar alguma ordem nas informações que tenho.
De qualquer forma, eu espero que agente tenha tempo até o próximo salto no tempo. Tempo o suficiente para conferir um pouco do quê aconteceu com Danielle Rousseau, que aparece inesperadamente no final desse episódio. Apesar de eu já ter dito que isso poderia acontecer na review da premiere, ainda foi uma surpresa vê-la tão cedo. Não acredito, porém, que nos mostrarão logo como a equipe dela morre. Afinal, os flashes acontecem em questão de horas, e os acontecimentos realmente importantes na vida de Danielle, o extermínio de sua equipe e o rapto de Alex, só acontecem meses à frente.
Eu também fiquei muito intrigada pelo fato da francesa ter salvo Jin. Tudo bem que dezesseis anos depois, quando o avião da Oceanic cai na Ilha, Rousseau não está no auge de suas capacidades mentais. Não lembro de nenhuma besteira ou bola fora que ela tenha falado, mas é impossível ignorar as conseqüências de dezesseis anos de isolamento, medo e perdas podem causar. Contudo, ainda acho difícil compreender como a paranóica e sempre alerta Danielle poderia não reconhecer Jin. Por outro lado, a explicação pode ser simples. Ela pode tê-lo reconhecido e não dito nada. A francesa certamente era reservada, e realmente não consigo enxerga-la tentando explicar para o acampamento como ela conheceu Jin Kwon há anos atrás, por inúmeras razões, o fato de ela poder muito bem duvidar da própria memória entre elas.
Ainda tivemos a menção a nova companhia aérea da série, Ajira Airlines, sobre a qual eu nada sei, já que tenho sistematicamente evitado quaisquer informações pertinentes a Lost que não sejam apresentadas no show (quando acabar a série, eu posso até mergulhar de cabeça no Lostpedia e não sair nunca mais, mas por enquanto, isso afeta e muito o meu aproveitamento da série). E com as inocentes garrafinhas de água da companhia aérea (que estranhamente, ou não, Juliet parece conhecer muito bem) parece ter vindo um novo grupo de pessoas e uma canoa. E eles podem ser aqueles que atiraram no grupo enquanto eles tentavam chegar até a Orquídea. Ou podem ser mesmo os Outros (como Juliet pode ter tanta certeza que não são eles? Eu sei que os Outros tem preferência por barcos a motor e submarinos, mas Alex não tinha uma canoa também?).

Sawyer continua tendo as melhores falas do show. Em The Little Prince eu destaco o momento extremamente cômico em que ele diz “Thank you, Lord” quando um clarão aparece justo na hora em que eles estão sendo alvejados, apenas para gritar “I take that back” quando eles vão parar no meio de uma tempestade, e quando ele diz para Juliet “Time traveling is a bitch”. E o fato de que eu tenha um soft spot pelos dois faz com que eu realmente aprecie cada momento entre Juliet e James, as confidências que os dois tem trocado, a amizade crescente entre os dois. Ambos são pessoas que tem bastante dificuldade em confiar nos outros, em grande parte devido à maneira como outras pessoas ferraram com eles, mas ainda assim em pouco tempo eles gravitaram fortemente em direção um ao outro. E o respeito e afeição mútua é evidente. E pode ser extremamente irrelevante para o panorama geral da série, mas eu acho que aconteça o quê acontecer, fiquem eles na Ilha ou não, fique Sawyer com Kate ou não, Juliet e James merecem uma pessoa com quem possam contar. Especialmente considerando que eles estão acompanhados de quatro indivíduos que tem seus próprios interesses.
Um casal que não me cativa, por outro lado, é Daniel e Charlotte. Eu cheguei a gostar bastante dos dois no começo da quarta temporada, mas perdi completamente a simpatia. E apesar da óbvia importância dos dois, eu realmente não me importo com seus destinos. Só não sei o quê dizer da teoria de Faraday sobre os efeitos colaterais afetaram Charlotte e Miles, e posteriormente Juliet, por causa de seus tempos prolongados na Ilha. Se os dois primeiros nasceram na Ilha (e estou começando a acreditar cada vez mais nessa possibilidade), não entendo porquê eles estão pulando no tempo e os Outros não.
Em Los Angeles, nada de muito interessante aconteceu. Vimos que Sun está pronta para matar Ben (o quê eu duvido que aconteça) e que Linus foi quem contratou o advogado para aterrorizar Kate (o quê já era esperado). E nada disso, nem os momentos legais porém curtos de Sayid e Hurley, me fazem esquecer que passamos vinte minutos vendo Kate tentar descobrir quem era o cliente de Dan Norton. E eu achei uma bobagem fútil. Eu sei que nunca aceito muito bem as enrolações de Lost quando elas são focadas na Kate, mas é que sempre me parece estupidez. É como puxar o freio de mão da trama. E não temos sequer desenvolvimento de personagem aqui. Jack e Kate são simplesmente tediosos e desinteressantes, e eu sempre tenho ressentimentos do fato de alguns escritores sentirem a necessidade de lhes dar tanto tempo tela. Mas quando eles lhe dão tanto tempo de tela para os dois não fazerem absolutamente nada, é ainda mais frustrante. E esse desperdício prejudicou um pouco o episódio na minha opinião. Ele poderia ter sido muito, muito mais do quê foi.

Anúncios

10 Respostas to "Lost – 5×04 – The Little Prince"

Concordo contigo Thais, Jack e Kate são os personagens mais desinteressantes da série, talvez só percam nessa qualidade para Rose e Bernard ou talvez Jin e Sun, na verdade os casais são o que menos importa na série, exceto é claro o casal princiapl Des e Penny.
Jack e Kate perderam sua força no meio da segunda temporada. É meio brochante os episódios centrados nos dois, seria tão mais legal se mostrassem mais o que está acontecendo na ilha do que os Ocean 6. Até agora Junghead foi o melhor episódio o jeito é aguardar os outros.

Acho que os “Outros” não viajam no tempo por causa do Jacob. A Juliet viaja porque tornou-se um traidora.

Como você leu no meu blog, não gostei muito deste episódio. Faltou algo, além de estar faltando um protagonista da série (Que nós torcemos para Juliet e Sawyer).

Um dos únicos pontos bons do episódio foram, Danielle e Sun versão má. De resto… passo.

Eu não achei o episódio sensacional, mas digo que foi muito bom. Sou da mesma opinião do Mauricio, pra mim faltou alguma coisa. Mas eu gostei do episódio, não o achei ruim. Ele deu abertura pra umas teorias bem loucas. Você não é a única que fica teorizando e tudo mais, tenho certeza. A primeira vez que eu assisto o episódio é com um caderninho pra anotar as coisas. A segunda vez já é com mais calma, pra escrever o texto organizando as minhas anotações. A terceira já é pra teorizar mesmo, junto com o Faraday.

E será que o Miles é filho do Marvin Candle????? (eu acho que é!!!)

Olá Thais, sempre acompanhei seu blog, mas nunca comentei…
Primeira vez, yeah !

Eu achei o episódio espetacular…
Eu pensava que as viagens no tempo, seria uma complicação danada, mas eu estou amando…muito mesmo…
Só acho que a trama fora da ilha, tem que dá uma acelerada…Sei lá, acho que tão caminhando muito devagar…Voltem pra ilha logo, pô…xD

E por fim, Jin (rimou, kkk)…
A volta dele foi demais, e uma surpresa danada pra mim, já que estou na fase “Go to hell spoilers”…
E Danielle Rosseau, que impactante ver como ela e sua tripulação chegaram a ilha…

Abraçoss…

Como digo em meu review, foi talvez o melhor episódio da temporada. Ajudou muito que eu não esperava muita coisa dele, diferente de “Jughead”, que tinha altas expectativas que foram parcialmente atendidas – achei ótimo, mas pareceu faltar alguma coisa…

Em um dos vários reviews que conferi, achei uma teoria interessante: e se Miles for o bebê que Marvin Candle acalma no começo do 1ºepisódio desta temporada? E Faraday seria o filho da Sra.Hawkings, cujo primeiro nome é Elloise, ou Ellie, a moça que ameaça Faraday com a arma em “Jughead”.
Quanto a Charlotte… só Deus sabe de onde ela veio.

A aparição de Rousseau me fez ter a esperança de que os mistérios em torno dela serão resolvidos. E pense bem: será que os mistérios que envolvem Libby também não serão desvendados por meio de uma viagem no tempo? E isso é Lost se encaminhando para uma temporada ainda melhor que a anterior…

Apesar de não achar esse o melhor episódio da temporada, achei bem consistente e achei ótimo terem revelado o paradeiro de Jin. Loko pra saber tudo sobre o passado da Rousseau!

boa pergunta
alias, n sei onde li que n sei pq mataram Lilly
e precisarão explicar como ela estava no mesmo lugar que Hurley, ou nao?
bom, sobre o episodio, acho que thais falou bem
a questao foi a demora pra nada envolvendo Jack e kate
seria bem mais interessante se tivesse sindo a Sun que fizesse a ligação
seria obvio também, mas menos obvio do que foi de fato
sem contar que se querem fazer dos dois os principais atores, que ao menos escrevam algo pra eles que façam sentido
eu gosto de Jack, esse estilo de heroi que falhou
é legal, pq insisto, pra um certinho agir errado e conviver com isso é complicado
agora falando do que interessa
este é sawyer e juliet que conhecemos
e vcs nao ficaram com a impressão que pelo menos uma de tantas vezes que os losties ficaram escondidos vendo pernas passar não poderia ser eles “Losties” no futuro?
uma coisa que não gostei, é que se essa temporada ja tinha sido planejada desde o inicio teria sido interesante se mostrasem algo que encaixasse com a primeira temporada.
será que o casal adão e eva é charlotte e miles
os unicos que nasceram na ilha?
e levando em conta que widmore os contratou
entao ele ja sabia disso?
e nao sei porque, mas estou sentindo que hurley vai ganhar mta importância nessa temporada.
bom, gostei mto do episodio, e ainda mais da sua review thata
nem li mais alguma review
mas nao duvido nada se na maioria das reviews estiver escrito
“nao gostei do episodio, não gosto de jack e kate, e bla bla bla”
vc poderia dar aula nao?
=)

Olá Thais! É a primeira vez que visito seu blog,li alguns posts e achei muito interessante! Começei a pensar em uma coisa quando lembrei da Senhora Hawking dizendo ao Ben que os Oceanic 6 tem 70 hras para voltar pra ilha…Será que ela estava prevendo naquela espécie de “tabuleiro” quando ia ocorrer os clarões?

Achei sensacional o episódio, e também acho que o Sawyer devia ter muito mais espaço na série, ele é meu personagem preferido.Jack e Kate as vezes são muito chatos.

[…] venho aqui apenas pra repetir a opinião de outra pessoa, mas lendo a review de Thais Afonso em seu blog, onde comenta o fato de definirem Jack e Kate como protagonistas, mas que, desde então, os dois […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 173,207 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites
%d blogueiros gostam disto: