Séries Addict

Posts Tagged ‘alexx woods

Decidi voltar a fazer reviews de CSI Miami. Apesar de parecer que quase ninguém assiste tão cedo quanto eu e preferem esperar pela Tv a Cabo (que é quando a audiência dos posts realmente é grande), de quase nunca ter comentários e de ser uma série considerada péssima por noventa e cinco por cento dos fãs de série, eu não resisto. Principalmente quando o episódio é tão bom quanto este.
A seqüência antes dos créditos certamente é a melhor da temporada (junto com a inesquecível seqüência de Power Trip). Ver Calleigh e Ryan entrarem sem backup na casa onde haveria um suposto morto me fez deduzir na hora que algo de ruim aconteceria (qualquer um que já leu fanfic sabe que a maneira mais fácil e estúpida de emboscar um CSI é com uma cena do crime falsa). Mas o tiroteio, o incêndio e a fuga dos dois foi tão tensa que eu acho que nem respirei por toda a duração da cena.
E depois de Eric (The DeLuca Motel) e Ryan (And They’re Offed) é a vez da minha personagem preferida, Calleigh, ter destaque. Quando durante o incêndio ela volta para buscar o corpo, eu pensei “É, definitivamente ela não é a protegida do Horatio à toa”. Afinal, atos de heroísmo aparentemente idiotas são a especialidade do tenente responsável pelo laboratório de perícia. Porém, Horatio sempre consegue escapar de suas incursões ileso. Enquanto Calleigh se saiu muito bem, mas algumas horas depois tem um colapso no trabalho, não sendo capaz de respirar e tendo que ser levada às pressas para o hospital onde trabalha, pasmem, Alexx Woods.
Na hora que Alexx sai correndo em câmera lenta pelas portas do hospital em direção à ambulância, eu não consegui conter um sorriso involuntário. Khandi Alexander não é nenhuma Meryl Streep, e vê-la contracenar com Caruso chega a me causar dor física de verdade. Mas comparada à nova legista, Tara Price, Alexx é um vulcão de personalidade, e colocada lado a lado com a correta Megalyn Echikunwoke, Alexander é preferível por sua forte presença em cena. E eu nunca achei que fosse dizer isso, mas eu sinto falta dela.
Smoke também desenvolveu a relação entre Delko e Duquesne, que vem engatinhando há algum tempo. Eu gosto dos dois juntos, mas a primeira vez que Delko se declarou para Calleigh foi um ano antes, quando ela foi seqüestrada. Ou seja, ela precisou quase morrer novamente para alguma coisa conclusiva acontecer entre eles novamente. Só espero que a velocidade da evolução do romance dos dois seja um pouquinho maior dessa vez.
O caso do episódio em si foi bom. É claro que CSI Miami é esquemática, e se alguém for interrogado como suspeito, é seguro deduzir que no futuro ele aparecerá e nós descobriremos que ele é muito mais culpado no quê fora concluído a princípio. Mas toda a estória sobre o mercado negro de órgãos foi realmente interessante e diferente dos já usuais crimes relacionados à drogas e/ou gangues de Miami. A dupla formada pelo diretor Joe Chappelle e a roteirista Krystal Houghton fez um trabalho bem acima da média, o quê não é surpreendente considerando que eles foram responsáveis pelo melhor episódio da temporada passada All In, e que adicionalmente Chappelle dirigiu Power Trip (melhor episódio dessa temporada), Stand Your Ground e 10-7.

Quando a saída de Khandi Alexander do elenco de CSI Miami foi anunciada, eu não esperava que fosse acontecer tão cedo. Obviamente que ao ler a sinopse de Rock and a Hard Place, eu imaginei que as coisas começariam aqui. Mas não antecipei, que aqui elas também terminariam, um tanto precocemente na minha opinião. Porém, combinemos, o apego é natural. Alexx Woods está em CSI Miami há seis temporadas. Seja nos episódios inéditos ou nas reprises, sintonizar na ensolarada Flórida de Horatio Caine era também uma garantia de ver Alexx. E então depois de quarenta minutos, não é mais.
Rock and a Hard Place nem foi tão bom episódio. Não me deixou tensa, nem ansiosa, nem foi um episódio para relaxar e se divertir. O roteiro pouco teve de original e bateu na porta de velhos clichês e a direção e atuação não acertaram o ponto principal desse episódio, que era nos fazer temer por Bryan Woods. E o drama de Alexx como mãe foi mais pelas reações do roteiro do que pela química que Khandi estabeleceu com o ator que vivia seu filho. Ela simplesmente inexistiu, e apesar de eu nunca ter sido fã da atriz, tenho que dizer seu trabalho de atuação pareceu maravilhoso frente ao inexpressivo Harrison Knight. É uma pena, depois de Stephanie Niznik e John Scheiner, e Chad Donella e Collins Pennie, achei que a série tivesse superado seu problema com péssimos atores convidados.
Mas apesar de boa parte do episódio ter sido um desperdício, qual fã da série que não ficou com o coração apertado nos últimos minutos? Do segundo em que Alexx diz a Horatio que vai deixar o trabalho para cuidar de sua família, até seu abraço em seus colegas, foi novelinha (o quê não é em CSI Miami?), mas foi comovente. Confesso que quando Sara saiu de CSI, eu pensei: tá, nunca gostei dela, mas agora me dou conta de que sentirei sua falta. Não senti. Possivelmente, acontecerá o mesmo com Khandi Alexander. Ainda assim, é triste quando uma série vai se desintegrando aos poucos.
CSI Miami agora tem apenas três dos atores regulares da sua temporada original: Caruso (que hoje em dia é tão bom quanto nada), Emily Procter e Adam Rodriguez. A série sempre teve muitos altos e baixos. Eu a abandonei, voltei, abandonei de novo, voltei de novo. Falei mal, mais ou menos, elogiei. Até me arrisco a dizer que já tornou-se um guilty pleasure. Mas CSI Miami fez uma longa jornada até aqui, sobreviveu e ainda conseguiu ser um dos shows mais queridos no planeta. Muitas vezes eu sentei na frente da TV procurando uma hora de descontração, e a série me satisfez. Ás vezes fez muito mais. Khandi pode até não deixar saudades, mas deixou, junto com a série, a sua marca. Isso não pode ser apagado.
A temporada tem agora mais dois episódios até o seu fim e eu não tenho idéia do que esperar (não li spoilers! Yeeh). Mas as season finale de CSI Miami são, via de regra, eletrizantes. Eu mal posso esperar.


Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 204.261 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites