Séries Addict

Posts Tagged ‘Dan

Gossip Girl está numa escalada de qualidade e aqui ela atingiu o ponto da excelência. Numa Nova York infernal de calor e eventualmente escurecida pelo black out, Blair não apenas brilhou mais e mais, ela mostrou que infernal mesmo é ela. Com uma língua ácida e uma coragem única para honestidade, ela disparou contra a Duquesa, contra Serena e até mesmo contra seu supostamente amado Lorde. Convenhamos, todos eles mereceram.
No meio do emaranhado de tramas, Blair tinha que lidar com um Lorde perfeito que se recusava a transar com ela por respeito (será?), com Chuck que está impotente por qualquer uma que não seja ela e Nate, que continua sendo completamente rude. A minha previsão de que Nate aceitar dinheiro de Catherine viria a se provar um grande erro se concretizou, e agora ele virou um tipo de gigolô. O quê obviamente atrapalho seu romance bobo com Vanessa. Eles são um casal tão insosso, que eu havia esquecido completamente que eles haviam namorado temporada passada. E os escritores colocaram eles juntos de novo só para criar um draminha patético. Quem não sabia que Catherine iria usar a informação sobre o paradeiro do Capitão Archibald assim que ela o mencionou? Nate é um completo idiota. Catherine, por outro lado, já se tornou minha personagem adulta favorita (teremos que ver quando Lily voltar a cidade), e a segunda maior bitch do show.
Obviamente ambos o Duque e o Lorde não são muito forte na parte sexual, e a Duquesa e Blair se vêem dividindo o mesmo problema. E as duas acharam a mesma solução. Traição. Só não acho que quando a Duquesa for descoberta ela terá a mesma destreza e cara de pau de Blair, que depois de uns amassos com Chuck, ainda conseguiu manter Marcus.
Paralelamente, Jenny conseguiu não me irritar. Eu até mesmo consegui gostar dela nesse episódio, o quê é um verdadeiro milagre. Eu realmente fiquei feliz por ela trabalhando diretamente com Eleanor Waldorf. Já Dan e Serena tiveram mais um rompimento dos mais desinteressantes. O único ponto forte de toda a trama foram algumas piadinhas por parte de Dan, e as menininhas leitoras da Gossip Girl metendo o nariz onde não foram chamadas. O quê realmente não é muito, considerando que na trama principal, os diálogos de Blair foram muito melhores.
Semana que vem eles estão de volta à escola, para seu último ano, as inscrições na faculdade, as fofocas, as amigas em quem não se pode confiar e muita intriga. Eu mal posso esperar.

PS: Eu amei a saia da Blair. Quero, quero, quero!!

Never Been Marcused apresentou um considerável nível de superioridade em relação a estréia da temporada. Não é a série que eu sonho que Gossip Girl fosse, mas é Gossip Girl em sua melhor forma. Até o East Hamptons, o reduto dos ricos e belos de GG estava parecendo mais bonita nesse novo episódio.
Como sempre o episódio foi da Queen B, que agora está convicta de estar apaixonada por Lorde Marcus, ou como ela prefere chamá-lo, “The Lord”. E não é que a madrasta de Marcus, “The Duchess”, é ninguém menos que Catherine, a amante de Nathaniel. É óbvio onde a trama vai parar, mas mesmo assim foi muito divertido ver Chuck tentando armar para Blair se dar mal, a Duquesa tentando espantá-la e por fim Blair triunfando ao encontrá-la se agarrando no chão com seu ex. Que falta de classe da Duquesa.
A má companhia deve estar afetando o pobre Nate, porquê ele saiu dando um fora um tanto rude na Blair. Isso era mesmo necessário? Ela dormiu com o melhor amigo dele, agente entende, mas ele fez exatamente a mesma coisa e primeiro, portanto, estabeleceu o precedente. Ou talvez a mãe dele tenha esquecido de ensiná-lo boas maneiras, junto com aquela lição sobre não aceitar doces de estranhos. Aceitar o dinheiro de Chuck, seu melhor amigo há um milhão de anos (e que convenhamos, com todos os seus defeitos, costuma ser um bom amigo) está fora de questão, mas tudo bem ficar na dívida de milhares de dólares com uma mulher com quem ele está dormindo há, tipo, uns dez minutos é totalmente aceitável? Orgulho e luxuria já são dois péssimos conselheiros sozinhos, juntos então…
E se falarmos apenas do segundo, Dan e Serena também entram na lista das pessoas que realmente não tem nenhum bom senso. Os dois tem que pensar muito sobre seu reatamento, mas fazer sexo na praia depois de um reencontro de cinco minutos é simplesmente muito sensato. É claro que S e D se entendem no final. Tudo bem que adolescente tende a ser idiota mesmo, mas Dan e Serena costumam se superar na falta de bom senso. O quê torna muito fácil entender porquê Chuck e Blair são as estrelas do show. São os únicos personagens que parecem ter sido concebidos como alguma coisa além de acéfalos guiados por valores nobres.
Quem também está de volta a Manhattan são Vanessa e Rufus, o quê me faz perguntar, onde minha personagem favorita? Eu estou morrendo de saudades de Lily e de Bart Bass também, e estou louca para ver os Van Der Woodsen-Bass funcionando como uma grande família (não tão) feliz e (não tão) funcional. Nesse episódio, que foi ótimo e que eu gostei bastante, só faltaram mesmo eles para ficar perfeito.

Promo do próximo episódio:


Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 207.322 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites