Séries Addict

Posts Tagged ‘promo

Estréia nessa Segunda-Feira, dia 9 de Março, o novo policial da ABC, Castle. A trama gira em torno de Richard Castle, interpretado por Nathan Fillion, um autor de livros policiais best-sellers que vai ajudar a polícia local quando um assassino começa a copiar os crimes de seus livros. O argumento é bem clichê, mas eu gostei do Promo e resolvi conferir. Por isso deixo aqui o vídeo, para quem mais estiver na dúvida sobre dar ou não uma chance a Castle na semana que vem.

Além disso Brian Ford Sullivan, do Futon Critic, parece ter conseguido ver o piloto e escreveu sobre o quê achou. Eu ainda não li, pois não quero estragar a experiência com possíveis spoilers, mas para quem quiser mais base antes de assistir ou não o programa: The Futon’s First Look: “Castle”.


Anúncios

Novamente, a Fernanda Furquin postou primeiro lá no Revista Tv Séries e como a pessoa aqui estava limpando o Google Reader uma última vez antes de ir dormir (depois de fazer serão na madrugada completando o mega gigante trabalho de Análise do Discurso), os fãs de LOST que freqüentam esse blog já acordarão com novidades. Obrigada, Fernanda.

A-D-O-R-E-I.

Fonte: YouKnowYouLoveMe

Sentiram falta de alguém? Me too. Onde estão Chuck, e porquê não, Little J? Fora as ausências, eu amei os novos cartazes. E para aqueles que assim como eu nem esperaram pelas legendas e já conferiram It’s a Wonderful Lie, deixo aqui o promo do próximo episódio, que adianto, me deixou toda arrepiada. Comentários sobre o episódio eu farei assim que puder (estou um pouquinho enrolada com os trabalhos finais na faculdade).

Photobucket

Tags: ,

Eu não assisti a versão original de 90210, e sei apenas o suficiente para saber que certos personagens são da antiga série. Mas não acho que isso tenha atrapalhado minha experiência. Corrijam-me se eu estiver completamente equivocada, mas essa 90210 parece ser uma série nova.
Uma série que até que é boa. Ela tem aquele roteiro redondinho, com tramas extremamente similares a grande maioria dos filmes teen e um monte de clichês se amontoando nos pouco mais de setenta minutos de exibição. Mas ela tem um elenco natural e razoavelmente carismático que, mesmo aparentando idade adulta com muito mais obviedade que em Gossip Girl, com exceção da protagonista, empresta uma certa credibilidade a estória.
Jessica Walter e sua Tabitha são o ponto alto, apesar de que nenhuma de suas tiradas cômicas conseguiu me fazer rir de verdade, o quê acontecia praticamente toda vez que Jessica entrava em cena em Arrested Development. E a novata Shenae Grimes e a não tão novata AnnaLynne McCord (Deus, eu a odiava em Nip/Tuck) são os destaques do elenco jovem e eu espero que os produtores da série decidam em um futuro próximo se as duas serão amigas, rivais ou algo mais complexo, porquê até o momento parece apenas que há uma falta de definição.
A direção conseguiu achar um ritmo acertado, bastante rápido e leve. A minha única crítica é que tudo tenha parecido muito superficial. Mesmo com o elenco correto, é difícil se envolver com os problemas dos personagens quando estes mal parecem serem algo preocupante. 90210 é divertido, e em uma semana em que há pouquissimas estréias, isso é mais que suficiente. Mas quando a não ser que eu crie uma conexão com o show, vai ser difícil mantê-lo na minha lista principal quando eu tiver vinte séries pra assistir.

Promo do próximo episódio:

Worst Week:

Sam Briggs é o editor de uma revista sobre entreterimento que vai fazer de tudo para agradar os pais da namorada. Mas ele é um desastre quando está perto deles.

Project Gary:

Jay Mohr estrela essa série como Gary Barnes, um recém solteiro, que tem que lidar com sua ex-mulher controladora, Allison, enquanto enfrenta o caos pós-divórcio, depois de 15 anos de casamento.

The Ex-List:

Bella Bloom (Elizabeth Reaser, a Ava de Grey’s Anatomy), uma trintona atraente e bem-sucedida empresário é surpreendida ao ouvir de uma médium (Anne Bedian) que ela já namorou seu futuro marido e que existe uma pegadinha: se ela não encontrá-lo no próximo ano, ficará sozinha ara sempre.

As sinopses das comédias também não são exatamente empolgantes, mas se eu lesse as sinopses de Two and a Half Men ou Old Christine há anos atrás, duvido que eu saberia que me tornaria grande fã das duas. Como comédias são curtinhas, acho que dá para dar uma chance quando elas estrearem.


Categorias

Comentários

luiz augusto em The Day of the Triffids
karina em Much I Do About Nothing…
andreia em Eles estão voltando…

Blog Stats

  • 175,323 hits

Todas as atualizações do seu blog favorito

Me Adicione no Technorati

Add to Technorati Favorites